X

Comunicado • COVID-19

Sua segurança é fundamental

Acompanhando a evolução das medidas preventivas necessárias para combatermos o alastramento do COVID-19, também em linha com as recomendações das autoridades sanitárias, da ANS (Agência Nacional de Saúde), da Organização Mundial de Saúde (OMS) e das sociedades médicas, em especial da Sociedade Americana de Medicina Reprodutiva (ASRM) e da Sociedade Europeia de Reprodução Humana e Embriologia (ESHRE), e da SBRH (Sociedade Brasileira de Reprodução Humana), vislumbramos o seguinte cenário:

1) No momento não existem evidências dos riscos do COVID-19 para as grávidas e os fetos, seus embriões, para os óvulos ou espermatozoides; no entanto, ainda não temos comprovações da ausência de riscos;

2) Entendemos que, neste momento, nossa atitude e zelo pela saúde humana vai além dos tratamentos da medicina reprodutiva. Consideramos que atitudes drásticas, mesmo que afetem a individualidade, devem ser tomadas para o bem comum.

3) A possibilidade de reduzir a velocidade com que o vírus se alastra está em nossas mãos. Seguir exatamente o que é orientado pelas autoridades de saúde é nosso dever como cidadãos.

4) Além dos cuidados com a saúde e higiene, o distanciamento social hoje se faz necessário como uma medida importante de prevenção.

Com isso, entendendo a seriedade da situação em nossa sociedade e zelando sempre pelo bem-estar e saúde de nossos colaboradores e pacientes e da sociedade como um todo, cancelaremos todos os tratamentos de reprodução assistida que se iniciariam nos próximos dias.

Conforme orientação das Sociedades Médicas, aos tratamentos de reprodução assistida já em andamento daremos continuidade, postergando apenas o momento da transferência por meio do congelamento de óvulos e embriões.

Nos casos de pacientes que precisarem de acompanhamento médico, mas que não estiverem em tratamento de reprodução assistida, faremos o acompanhamento e daremos todo o suporte necessário por meios digitais disponibilizados por nós e nos prepararemos JUNTOS para, assim que possível, reiniciarmos com força total!!!

Para aquelas que desejam iniciar o tratamento, recomendamos que aguardem o período de distanciamento social.

Pelo bem maior, sejamos todos responsáveis!

Agende sua consulta

Histerossalpingografia

Muitos casos de infertilidade feminina são decorrentes de alterações no útero e/ou tubas uterinas. A histerossalpingografia é um exame que permite a visualização da cavidade uterina e das tubas (trompas), a fim de detectar possíveis anomalias ou interrupções.

O exame consiste em injetar um contraste pelo colo do útero para que seja possível a visualização da cavidade uterina e das tubas uterinas por radiografias. Ocasionalmente, o próprio exame pode acabar desobstruindo e liberando as tubas para a fertilização.

Indicações da histerossalpingografia

A HSG deve ser indicada a casais que estejam investigando possíveis causas de infertilidade, com o objetivo de diagnosticar malformações dos órgãos reprodutores femininos, doenças da cavidade uterina, como pólipos e/ou miomas, e das tubas uterinas, como tubas fixas ou obstruídas.

O procedimento

A paciente deve ficar em posição ginecológica para que seja injetado o contraste pelo orifício do colo do útero com o auxílio de um cateter. Depois da injeção de contraste, a máquina de raio-X registra diversas imagens, nas quais é possível avaliar a cavidade uterina e as tubas uterinas.

O exame pode demorar até em torno de 30 minutos e provocar um pouco de cólica e desconforto durante sua realização.

Contraindicações

O exame não pode ser realizado em mulheres grávidas, pois o contraste e o raio-X podem prejudicar a saúde do bebê, e mulheres que tenham alergia a contrastes iodados devem avisar essa condição ao médico, pois pode haver complicações.

Compartilhar:
Última postagem do blog

Hormônio antimülleriano: o que é e quando realizar o teste?

O hormônio antimülleriano é um marcador da reserva ovariana, usado para estimar a resposta ovariana da paciente e predizer sua fertilidade. A reserva ovariana é a quantidade de óvulos que a mulher tem para liberar durante os ciclos menstruais, portanto […]

Leia mais
Agende sua
consulta

Verifique o horário disponível que melhor encaixa na sua agenda.