Agende sua consulta

Uretrite pode causar infertilidade?

Uretrite pode causar infertilidade?

A infertilidade pode ser causada por diversas doenças, que devem ser tratadas o quanto antes para evitar complicações mais graves e aumentar as chances de reverter o quadro de infertilidade.

Uma das doenças que pode deixar uma pessoa infértil é a uretrite. É um problema mais comum nos homens, mas também pode atingir as mulheres.

Entenda o que é a uretrite, quais são suas causas, sintomas, tratamentos e sua relação com a infertilidade.

O que é uretrite?

A uretrite é uma doença caracterizada pela infecção na uretra, canal por onde a urina passa ao sair da bexiga. É por este mesmo canal que o sêmen passa no momento da ejaculação.

Existem dois tipos de uretrite, que variam de acordo com a causa da infecção.

A uretrite gonocócica é causada pela bactéria causadora da gonorreia — Neisseria gonorrhoeae. Esse tipo de uretrite é comum e geralmente a doença é transmitida pelo contato sexual desprotegido.

A uretrite não gonocócica é causada por inflamações ou infecções de qualquer outra bactéria que não a Neisseria gonorrhoeae. Uma causa comum para este tipo da doença são as infecções pela bactéria da clamídia. A infecção por clamídia causa menos sintomas e por isso os portadores podem ficar mais tempo infectados, podendo assim transmitir a infecção para outras pessoas. Ainda, ela pode ser causada pela candidíase, herpes oral e outras infecções sexualmente transmissíveis (IST).

Quais são os sintomas da infecção?

Os sintomas variam entre homens e mulheres e de acordo com o tipo de uretrite. A gonocócica pode apresentar sintomas mais exuberantes e semelhantes ao de uma infecção urinária, como ardor ao urinar e necessidade de fazê-lo com mais frequência. Além disso, é comum que haja um corrimento amarelado com cheiro forte.

A uretrite não gonocócica, na maioria dos casos, não apresenta sintomas. Quando apresenta, eles são mais discretos. É possível que haja um leve ardor para urinar e um corrimento esbranquiçado quase imperceptível.

Em ambos os casos, se o micro-organismo causador da uretrite atingir os testículos, pode causar inchaço e dor. Já as mulheres podem ter sangramentos ou sentir dor durante as relações sexuais.

Como se dá o diagnóstico e o tratamento?

O tratamento para uretrite vai depender do tipo da doença. Para diagnosticá-la, é preciso procurar um urologista, que vai solicitar exames específicos. Uma possibilidade é o exame de urina, que vai identificar qualquer anormalidade, sejam bactérias, sejam quaisquer outros causadores da doença.

Em alguns casos, o urologista pode solicitar uma urocultura, exame de urina mais específico para verificar a existência de infecções urinárias. Ainda, pode ser solicitada uma raspagem uretral, para analisar a secreção coletada no local. Esse exame é indicado para casos de suspeitas de IST.

Tratamentos

O tratamento é específico para cada caso. Se a causa da uretrite for uma bactéria, o médico vai lhe indicar um antibiótico. Se for um vírus, um antiviral. No caso da uretrite gonocócica, o tratamento é o mesmo da gonorreia.

Porém, é preciso diagnosticar o problema antes de iniciar o tratamento, para garantir soluções realmente efetivas. O parceiro sexual também deve ser tratado.

A uretrite é uma doença que pode causar sérias complicações se não for tratada corretamente. Por isso, ao sinal de qualquer suspeita, um médico deve ser procurado o mais rápido possível.

Uretrite pode causar infertilidade?

A uretrite pode causar infertilidade tanto nos homens quanto nas mulheres. No caso feminino, ela pode se espalhar, atingindo o colo do útero e as tubas uterinas, causando uma inflamação pélvica que pode causar obstrução nas tubas uterinas, impedindo que os espermatozoides cheguem até o óvulo.

Já no caso dos homens, a infertilidade pode acontecer se a infecção se espalhar para os testículos, causando uma inflamação no local. Como os testículos são os órgãos responsáveis pela produção dos espermatozoides, qualquer anormalidade pode provocar danos sérios.

Se restaram dúvidas ou se você gostaria de compartilhar uma opinião sobre o assunto, deixe um comentário neste post.

Compartilhar:
Tabelinha: período fértil – como calcular?
Deixe o seu comentário: