Agende sua consulta

TESE e Micro-TESE

A azoospermia é um distúrbio de fertilidade que afeta muitos homens e se caracteriza pela ausência de espermatozoides no ejaculado. Pode ser provocada por causas diversas e é responsável por cerca de 5% dos casos de infertilidade masculina.

Há dois tipos de azoospermia: obstrutiva  e não obstrutiva. Neste tópico, vamos abordar técnicas que podem ser indicadas para obter espermatozoides de homens diagnosticados com azoospermia não obstrutiva, quando existe falha na produção de espermatozoides.

As técnicas mais indicadas para esses casos são a TESE e a Micro-TESE.

A TESE

A TESE, extração espermática testicular, é uma técnica desenvolvida para coletar espermatozoides de forma aberta diretamente dos testículos de homens diagnosticados com azoospermia não obstrutiva.

Por ser uma técnica mais antiga que a Micro-TESE, a análise do material é feita sem o auxílio de microscópio, diferentemente da Micro-TESE.

Indicações

A TESE é indicada para homens com azoospermia não obstrutiva, ou seja, homens que apresentam falha na produção de espermatozoides, portanto são inférteis e não há tratamento para resolver o problema.

O procedimento

A TESE é uma técnica de coleta aberta de espermatozoides diretamente dos testículos realizada em ambulatório com o paciente sob anestesia geral ou local.

É feita uma incisão de 2 cm na bolsa escrotal para que seja possível acessar o testículo. Então o cirurgião faz pressão no testículo para extrair fragmentos com uma pinça ou tesoura e analisar os túbulos seminíferos. Ao final, as incisões são suturadas com fio específico para tal fim.

A TESE tem duas modalidades: incisões únicas ou múltiplas na albugínea. A TESE com múltiplas incisões possibilita a realização de biópsias dos três polos testiculares, portanto é, atualmente, a mais indicada, já que as taxas de sucesso são mais altas.

Características da TESE

A TESE possibilita uma coleta segura dos fragmentos testiculares e oferece um risco baixo de hematoma durante o pós-operatório. Por outro lado, o procedimento tem um custo mais elevado e, se for necessária biópsia, o trauma causado pode ser maior.

Taxa de sucesso

A taxa de sucesso da TESE é de aproximadamente 45%.

A Micro-TESE

A Micro-TESE foi desenvolvida a partir da TESE. Os procedimentos são similares, mas, na Micro-TESE, o cirurgião tem o apoio de um microscópio já durante a cirurgia.

Indicações

A Micro-TESE também é indicada para homens com azoospermia não obstrutiva.

O procedimento

A Micro-TESE é uma técnica parecida com a TESE, mas faz uso de microscópio para melhorar as condições de análise dos túbulos seminíferos, facilitando a identificação dos que possivelmente produzem espermatozoides. É uma técnica que exige internação em regime de hospital-dia.

Durante o procedimento, os túbulos são extraídos e enviados para o laboratório. O resultado é fornecido ainda durante a cirurgia, pois a intenção é direcionar a conduta médica. Caso tenham sido encontrados espermatozoides, o cirurgião permanece analisando o mesmo testículo. Caso o resultado seja negativo, é possível analisar o outro testículo.

Ao final do procedimento, o testículo é devolvido à bolsa e as incisões são fechadas com fio específico para tal fim.

O paciente tem alta logo depois de o efeito da anestesia passar e a recuperação é feita apenas com compressas geladas pelas 24 horas seguintes.

O procedimento pode ser contraindicado para pacientes que tenham doenças testiculares graves.

Características da Micro-TESE

A Micro-TESE é, hoje, o procedimento mais eficaz para ajudar homens com diagnóstico de azoospermia não obstrutiva a ter um filho ou a preservar seus gametas em criopreservação para uma futura fecundação. É o procedimento, inclusive, que oferece maior chance de criopreservação, já que o material retirado é analisado imediatamente, embora seja necessária uma análise mais profunda do laboratório. O microscópio também permite fazer a coleta sem provocar excesso de sangramento.

Por se tratar de uma microcirurgia com alto grau de especificidade, exige-se que o cirurgião tenha profundo conhecimento e larga experiência com microcirurgias.

Taxa de sucesso

A taxa de sucesso para obtenção de espermatozoides na Micro-TESE gira em torno de 55%.

Compartilhar:
Última postagem do blog

Quando devo procurar um especialista em reprodução assistida?

Ficar grávida nem sempre é fácil. Um casal pode demorar meses para conseguir. Caso não tenha sucesso em até um ano de tentativas, é importante procurar um médico especialista em reprodução assistida para investigação e tratamento adequados. A infertilidade é […]

Leia mais
Agende sua
consulta

Verifique o horário disponível que melhor encaixa na sua agenda.