Agende sua consulta

O espermograma e a fertilidade

O espermograma e a fertilidade

A saúde reprodutiva do homem é essencial para que haja a fecundação e, consequentemente, a gravidez. Diversas condições e doenças podem afetar a produção ou o transporte dos espermatozoides e tornar o homem infértil.

O espermograma é o exame solicitado pelo médico geralmente quando o homem procura uma clínica devido a dificuldades de engravidar sua parceira para avaliar o sêmen masculino a fim de encontrar o que pode estar impedindo ou reduzindo as chances de gravidez.

Quer entender melhor a função do espermograma e como ele é feito? Leia o artigo de hoje!

Como é feito o exame?

Antes de ir ao laboratório para realizar o exame, o homem deve se informar do preparo. Geralmente, para que o exame seja feito e forneça dados confiáveis, o homem deve permanecer em abstinência sexual total (não deve ejacular) por um período de 2 a 5 dias.

Feito isso, o homem deve ir ao laboratório para fazer o exame. Existem alguns casos muito específicos em que o homem pode realizar o exame em casa, mas essa prática não é recomendada porque há chances de o material ser contaminado e prejudicar a análise.

O exame é bastante simples e rápido. Quando o homem chega ao laboratório e segue para fazer o exame, é entregue a ele um recipiente feito de um material próprio para receber o sêmen, pois não contamina a amostra.

Na sequência, um profissional leva o homem a uma sala específica para o exame. Nessa sala, o homem fica pelo tempo que for necessário para colher a amostra seminal por masturbação.

O recipiente é deixado no laboratório, que faz a análise, elabora os resultados e os disponibiliza ao paciente cerca de uma semana depois.

Características do sêmen avaliadas

O sêmen é um líquido formado por diferentes partículas. Uma delas é o espermatozoide. Portanto, a análise seminal avalia uma série de características do sêmen, algumas macroscópicas e outras microscópicas, por isso ele é considerado o exame mais importante para avaliar a fertilidade do homem.

Na análise macroscópica, são avaliadas as seguintes características:

  • viscosidade: o órgão responsável por manter a viscosidade dentro dos parâmetros de normalidade é a vesícula seminal, portanto a viscosidade alterada pode indicar algum problema nesse órgão ou na próstata;
  • liquefação: o sêmen normal geralmente se liquefaz completamente em uma hora. Caso isso não ocorra, o homem pode estar também com algum distúrbio na vesícula seminal ou na próstata;
  • volume: o sêmen pode apresentar um volume abaixo do normal, que pode indicar uma obstrução dos canais pelos quais o sêmen é transportado;
  • coloração: a cor normal do sêmen é branca e qualquer alteração – cor amarelada ou avermelhada – pode indicar uma infecção ou outras disfunções;
  • pH: o sêmen tem um índice de acidez que, quando alterado, pode indicar também bloqueio dos canais pelos quais passa o sêmen ou problemas na próstata.

Na análise microscópica, são avaliadas as seguintes características:

  • concentração: o sêmen precisa ter um número mínimo de espermatozoides para que ocorra a gravidez. Essa avaliação pode identificar uma concentração baixa de gametas ou até a azoospermia, que é a ausência total de gametas no sêmen;
  • motilidade progressiva: para que ocorra a fecundação, também é importante que os espermatozoides se desloquem, pois há uma quantidade deles que é imóvel;
  • vitalidade: existe a possibilidade de haver espermatozoides no sêmen, mas eles estarem mortos, o que pode tornar o homem infértil;
  • morfologia: a forma do gameta é igualmente importante para que ele alcance o óvulo.

Para a interpretação dos resultados, o médico compara os valores oferecidos com parâmetros seminais estabelecidos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) com base em diversas pesquisas científicas.

Quando realizar?

O homem deve passar inicialmente por uma consulta médica para avaliar a necessidade do exame. O espermograma geralmente é solicitado:

  • quando o homem apresenta quadro de infertilidade, ou seja, está há um ano tentando engravidar sua companheira sem sucesso;
  • quando há suspeita de alguma doença, como a prostatite;
  • após uma cirurgia de vasectomia para avaliar se o procedimento foi bem-sucedido.

Entendeu a importância do espermograma para a fertilidade masculina e do casal? Compartilhe no Facebook para que outras pessoas saibam mais sobre o exame.

Compartilhar:
O que é abortamento de repetição?

Comentários:

  1. […] que podem alterar a qualidade dos espermatozoides. Procede-se então a análise seminal ou o espermograma, exame que avalia o sêmen e a quantidade e a qualidade dos espermatozoides no ejaculado. […]

    O que é infertilidade e quais são suas principais causas? » Dr. João Dias | Reprodução Humana em 12/06/2018 às 15:32
  2. […] com base no histórico clínico do paciente, exame físico, dosagens hormonais, exames genéticos e espermograma, um exame que tem como objetivo analisar a qualidade do sêmen. Devemos ter ao menos duas amostras […]

    Azoospermia e sua relação com a infertilidade masculina » Dr. João Dias | Reprodução Humana em 15/06/2018 às 15:17
Deixe o seu comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *