Agende sua consulta

ICSI

A Injeção Intracitoplasmática de Espermatozoides (ICSI) é uma técnica de reprodução assistida que foi desenvolvida para aumentar a eficácia da reprodução assistida em casos de fatores masculinos graves. Na FIV tradicional, os espermatozoides são colocados na placa de cultura em que estão os óvulos para que aconteça a fecundação de uma maneira mais natural. Já na ICSI, os espermatozoides selecionados pelo embriologista são injetados dentro do óvulo com o auxílio de um equipamento chamado micromanipulador de gametas. Todas as outras etapas da FIV são seguidas normalmente.

A ICSI representa uma evolução da FIV tradicional para os fatores masculinos mais graves,  embora ambos sejam realizados, dependendo de cada caso, ou seja, com indicações precisas.

Indicações da ICSI

A ICSI é indicada principalmente para homens que tenham:

  • Oligozoospermia severa (concentração muito baixa de espermatozoides no ejaculado);
  • Azoospermia;
  • Teratozoospermia (alteração da morfologia dos espermatozoides);
  • Espermatozoides provenientes de coletas alternativas (exemplo: PESA, TESA etc.).

Ou para casais:

  • Com falhas de tratamento anterior, com técnica de FIV convencional.

Trata-se, portanto, de um método voltado mais para superar as dificuldades do homem no momento da concepção.

O procedimento

Por se tratar de uma etapa da FIV, todos os outros passos da ICSI são iguais aos da FIV tradicional: estimulação ovariana, aspiração folicular, fecundação dos óvulos (por ICSI), cultivo de embriões em laboratório, transferência embrionária e congelamento dos embriões. Para ver em detalhes todo o processo, consulte FIV.

Diferenças entre a FIV tradicional e a ICSI

As etapas de estimulação ovariana, punção em laboratório, cultivo de embriões em laboratório, transferência embrionária e congelamento dos embriões seguem exatamente como acontece na FIV. A diferença se encontra na etapa de fecundação dos óvulos.

Enquanto na FIV tradicional os espermatozoides são posicionados na placa de cultivo em volta do óvulo para que o fecundem, na ICSI os espermatozoides são selecionados e injetados diretamente nos óvulos com o auxílio do micromanipulador de gametas, facilitando de forma expressiva a fecundação.

No dia seguinte, já é possível confirmar a fertilização. As etapas seguintes também são equivalentes à FIV tradicional.

Compartilhar:
Última postagem do blog

Quando devo procurar um especialista em reprodução assistida?

Ficar grávida nem sempre é fácil. Um casal pode demorar meses para conseguir. Caso não tenha sucesso em até um ano de tentativas, é importante procurar um médico especialista em reprodução assistida para investigação e tratamento adequados. A infertilidade é […]

Leia mais
Agende sua
consulta

Verifique o horário disponível que melhor encaixa na sua agenda.