Agende sua consulta

Uretrite

A uretrite é uma inflamação ou infecção do canal da uretra, por onde passa a urina e, no caso do homem, o sêmen no momento da ejaculação.

Existem dois tipos principais de uretrites: as gonocócicas, cujo agente causador é a bactéria Nesseria gonorrheae, a qual pode se instalar também no ânus e na faringe, e as não gonocócicas, cujos agentes causadores são outros tipos de germes, como a Chlamydia trachomatis, ureaplasma e mycoplasma.

Também existem outros tipos mais raros de uretrites, como as traumáticas (trauma interno ou externo), provocadas, por exemplo, por cirurgias ou por algum corpo estranho presente na uretra, as virais e as químicas, provocadas pela utilização de espermicida no ato sexual.

Assim como muitas outras doenças, a uretrite pode ser prevenida, principalmente, pelo uso de preservativo em todas as relações sexuais, mas também pela higienização do local.

O gênero não interfere no contágio. Tanto homens como mulheres estão sujeitos à contaminação. Por outro lado, a idade é um fator de risco, já que a doença costuma se manifestar entre os 20 e os 35 anos de idade. Se o paciente tiver histórico de DST, o risco de desenvolver a uretrite é maior.

Para prevenir a uretrite, basta fazer uso de preservativo nas relações sexuais e realizar a higienização correta das partes íntimas.

Sintomas

Precisamos dividir os sintomas da uretrite em masculinos e femininos, já que a doença afeta ambos os sexos. Além disso, uma vez que os agentes causadores são vários, os sintomas também variam, desde a ausência deles até a presença de alguns bastante agressivos, como é o caso da gonorreia. A clamídia, por outro lado, pode ser assintomática, o que representa um risco.

Qualquer doença que não apresente sintomas tem, principalmente, dois riscos: de o portador da doença não procurar um médico, portanto conviver por um longo período com ela, e de ter um índice de transmissão muito maior.

Considerações feitas, estes são os sintomas femininos:

  • Dor (ardor) ao urinar e aumento da frequência da micção;
  • Dor na região do abdômen e da pelve;
  • Secreção vaginal;
  • Calafrios e febre.

Já os sintomas masculinos são:

  • Sangue na urina e/ou no sêmen;
  • Maior frequência da vontade de urinar;
  • Secreção pela uretra;
  • Disúria, que é a dificuldade para urinar que pode ser acompanhada de dor;
  • Dor na relação sexual e/ou ejaculação;
  • Coceira;
  • Febre e mal-estar.

A uretrite pode provocar a infertilidade e, se não tratada, pode afetar outros órgãos e desencadear outras doenças, como a orquite, a epididimite e a prostatite.

Exames e diagnóstico

O histórico do paciente é muito importante para estabelecer o diagnóstico e muitas vezes solicitamos exames complementares, como de urina e o de análise da secreção uretral.

Tratamento

O tratamento da uretrite é medicamentoso. De posse dos resultados dos exames e sabendo qual é o agente causador da doença, o médico consegue avaliar o quadro do paciente e prescrever o melhor medicamento.

Como a uretrite tem diversas origens, são muitas as classes de antibióticos que utilizamos como estratégia de tratamento.

Assim como outras infecções sexualmente transmissíveis (ISTs), é importante que ambos os parceiros sejam tratados simultaneamente. Dessa forma a chance de reincidência é muito menor.

Complicações que podem ser causadas pela uretrite

As complicações da doença também são diferentes em homens e mulheres, embora ambos possam desenvolver a cistite, que é uma infecção na bexiga.

As mulheres podem desenvolver a cervicite, que é a inflamação do colo do útero, e a doença inflamatória pélvica (DIP). Além disso, todos os casos podem provocar infertilidade.

Já os homens podem desenvolver a epididimite, a orquite e/ou a prostatite, e ter um estreitamento da uretra, que pode provocar outros problemas de saúde.

 

Compartilhar:
Última postagem do blog

Freeze-all: conheça a técnica

A técnica freeze-all consiste no congelamento de todos os embriões produzidos em um tratamento de fertilização in vitro. A transferência para o útero materno é, então, realizada somente após o endométrio estar preparado.

Leia mais
Agende sua
consulta

Verifique o horário disponível que melhor encaixa na sua agenda.